Breaking News
recent

Akee

Nome científico: Blighia sapida Koenig

Família: Sapindaceae

Origem e dispersão: Origem do Oeste africano, costa da Guiné e em clima tropical.

Clima e solo: Esta planta foi introduzida nos trópicos, inclusive os americanos, onde se adaptou bem.

Propagação: Usualmente, é propagada por sementes, mas poderia ser também via vegetativa; neste caso, inicia a produção aos 4 anos.

Utilização: O interessante desta fruta é que é tóxica, principalmente quando imatura. Só o arilo, porção esbranquiçada na base da semente, pode ser consumido ao natural e também cozido quando o fruto está maduro, isto é, quando se abre. A parte comestível é oleosa e tem sabor de noz. As sementes não são comestíveis.

Informações mais completas podem ser encontradas no Livro Frutas Exóticas (Funep, FCAV/Unesp)

Data Edição: 20/03/2006
Fonte: Livro de Frutas Exóticas

Raphael Chespkassoff

Raphael Chespkassoff

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.